Perguntas Frequentes

O Método Ravenna® faz atendimentos com prescrição de dieta on-line?

Não. Os profissionais habilitados no Método Ravenna® apenas prescrevem dieta após a realização de consultas presenciais, de acordo com as condições do Paciente, seu perfil, seu quadro clínico e idade. Qualquer divulgação de dieta pela Internet apontada como Método Ravenna® é indevida e os Centros Terapêuticos Maximo Ravenna (localizados em Salvador/BA, São Paulo/SP e Brasília/DF), únicos autorizados no Brasil a aplicar o Método Ravenna®, não se responsabilizam por tais divulgações e pelos efeitos adversos por parte daqueles que seguirem tais dietas indevidamente divulgadas na Internet.

Uma das características do método Ravenna é a retirada do carboidrato e do açúcar. O que é permitido comer durante o tratamento?

São cortados os carboidratos refinados. E, em pequenas medidas, são permitidos alimentos de baixo índice glicêmico, entre proteínas, frutas, verduras e laticínios.

Por que é tão importante retirar os carboidratos refinados incluindo o açúcar?

Porque esse tipo de alimento gera compulsão alimentar, são alimentos que, quanto mais são ingeridos, mais vontade de comer se tem. Se pão tirasse o apetite, os restaurantes jamais ofereceriam cestas e cestas de pães de entrada. Em outras palavras, podemos dizer que os carboidratos refinados, uma vez ingeridos, disparam a secreção de insulina que gera a sensação de fome.

E quais são os carboidratos permitidos?

Trabalhamos com os carboidratos complexos, de boa qualidade, presentes em frutas e verduras. Não se trata de uma dieta protéica.

Durante o tratamento, os pacientes frequentam grupos terapêuticos. Qual a função dos grupos?

O grupo é o espaço onde os pacientes dividem seus sucessos e insucessos. É lá que, apoiado por psicólogos da clínica, e por outros pacientes que estão na mesma situação, ele sustenta sua decisão de emagrecer. É nesse espaço, também, que os pacientes expõem o seu padrão de relação com a comida e passam a resignificar esse valor exacerbado dado ao alimento. E cada paciente, ao ver que o outro consegue, tem nesse “espelho” um fator de motivação e comprometimento com o tratamento.

Existem outros tratamentos de emagrecimento conhecidos que se apoiam na terapia de grupo. Qual a diferença do método Ravenna?

É característica do Método Ravenna a eliminação rápida do peso. Os grupos são mediados por terapeutas, entre psicólogos e psicanalistas, onde o paciente não precisa revelar o seu peso. São momentos em que não se fala de comida e sim de vida. O mais importante é que o paciente se aproprie do conceito de limite e que ele deseje trocar a comida por uma nova e positiva expectativa diante da vida.

E por que a perda é rápida?

Trata-se de uma dieta de baixas calorias, numa quantidade abaixo do que o corpo necessita por dia, o que leva o organismo a queimar a sua própria reserva de gordura. A combustão da própria gordura pelo corpo não apenas possibilita um emagrecimento rápido como dispara uma mensagem de saciedade ao cérebro, que não torna a dieta sofrível. Tem pacientes que nem sentem vontade de comer tudo que é permitido durante o tratamento. Além disso, a dieta provoca uma melhora muito rápida das taxas metabólicas do paciente.

Como é uma refeição do método Ravenna?

Nossas refeições são fracionadas. No almoço e jantar, por exemplo, primeiro é servido um caldo quente que tem a função de frear a ansiedade com que a pessoa chega à mesa, depois é servida uma salada verde e, a seguir, o prato principal, que inclui uma proteína e um acompanhamento, que pode ser purê de abóbora, suflê de cenoura, legumes no vapor, entre outras opções. A seguir, vem a sobremesa, que pode ser uma fruta ou uma gelatina, e um café. Uma das finalidades é resgatar o ritual das refeições, fugindo do estilo fast food.

A gente ouve muito falar de efeito sanfona das dietas de perda rápida. No Ravenna, se fala muito em manutenção do peso a longo prazo. Como isso acontece?

O recente Congresso Mundial de Obesidade, realizado em Estocolmo, concluiu que as dietas de baixas calorias e de perda rápida são as estratégias mais eficazes para o paciente conseguir reduzir de peso e manter. Acreditamos que a dieta rápida é a única forma de o paciente ter aderência ao tratamento. Com a perda lenta, não se consegue mantê-lo em dieta, sobretudo os que precisam perder mais de 30 quilos de sobrepeso. Se este paciente perde um a dois quilos a cada mês, dificilmente vai conseguir se manter no tratamento até alcançar sua meta. Ao perceber o emagrecimento como algo real, ele segue em frente, alcança seu objetivo e se esforça em mantê-lo.

Como se dá a prática da manutenção?

A gente entende que a manutenção é uma fase que está dentro do tratamento, por isso também existem grupos terapêuticos de manutenção. Todos os alimentos são permitidos nessa fase. O desafio de cada paciente é definir quais são suas medidas permitidas para prosseguir a vida normal sem ganho de peso, num padrão alimentar que será referência para o resto da vida. Todo paciente em manutenção se pesa todos os dias, tem a atividade física incorporada no seu dia-a-dia e opta por uma alimentação de melhor qualidade. A gente considera o método como uma escola aprender a ser magro.

Qual o primeiro passo para uma pessoa interessada em ingressar no tratamento?

Ela deve procurar um dos nossos centros terapêuticos e marcar um horário para assistir a palestra de apresentação do Método Ravenna. A seguir, ela irá marcar as consultas do Módulo de Ingresso, com educador físico, médico, psicólogo e nutricionista, para iniciar o tratamento.

SE TIVER MAIS ALGUMA DÚVIDA, ENTRE EM CONTATO CONOSCO.