Eu não sei se eu mudei ou mudou o São João


Por Ricardo Guedeville, psicólogo do Método Ravenna

Época de festa, São João chegando e quem vai querer ficar de fora dessa festa se não for por um bom motivo? Quem sofre de Obesidade e está engajado a emagrecer pode, em épocas de festas, desejar ficar distante desses eventos. Esse desejo, que se transforma em muitos casos numa escolha, é motivo de estranhamento por parte de quem convive, mas é possível compreender.

pensandoOs ambientes festivos são o “calo” de muita gente que busca emagrecer. É muita estimulação por todos os lados adentrando por nossos sentidos. Se não existe a FOME ainda tem que se virar com a VONTADE de comer. E não é só isso. Os nossos vínculos (alguns antigos) nos convidam a comemorar aquele singular encontro. Tudo isso regado a muita comida e bebida. Difícil resistir.

Quando ouço de alguns pacientes as descrições do que lhe aguardam lá nos seus eventos familiares, eu fico algumas vezes com vontade de perguntar – “E você vai?” Ele trata logo de reagir “E tem jeito? Vou me tornar um anti-social?” Nessa hora costumo lembrar-lhes que a distância é da comida e não das pessoas (pelo menos não necessariamente). “E é só esse ano” – insisto.

 

Talvez a nossa maior dificuldade não seja saber resistir e sim saber ESPERAR. Não sabemos esperar a hora de começarmos a nos permitir. Afinal não é para qualquer um passar por uma festa dessas sem sair das suas metas. É preciso muito planejamento, foco e convicção do que se quer. E isso a maioria não tem.

 

Dessa forma é importante respeitar o seu momento. Talvez mais que isso. É respeitar o teu projeto, nesse caso, o de emagrecimento. Que este consiga ser levado a cabo independente do momento e de alguns pesos já eliminados. Fazer isto é construir um projeto com começo meio e fim. Claro que para alguns é possível estar nesses ambientes, mas para muitos não é assim que funciona. Se eu me vejo nesse momento, o melhor é assumir. Isso, ao contrário do que se pensa que seria um sinal de fraqueza, exige força e personalidade.

 

fogueiraQue o São João de 2016 seja diferente para quem quer uma vida diferente (óbvio não?) e que nossas escolhas reflitam, antes de mais nada, como estamos e como desejamos estar. Só não botemos a culpa na festa depois. Afinal muitas pessoas já saem da dieta no momento que escolhem ir. Radicalismo ou Realidade? Só depende de você.

Bom São João!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *